Translate

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

A lei de Darwin, o grito de Munch = Dokter a e a lei de Gerson "Gosto de levar vantagens em tudo, certo?"

As necessitadas são uma espécie de matéria prima nas mãos dos seres evolutivos "como uma folha de papel em branco"



"A evolução dos indivíduos que constituem uma espécie. A espécie, como um todo, também se altera através de seus costumes, hábitos, crenças, conceitos, paradigmas. Assim também nossas instituições, em caráter universal, mudam-se, altera-se". - (J.R.M.G)

Para pior, com certeza 






Eis a rua onde foi encontrada a evolução dessa espécie.



Você, leitor (leitora) que frequenta uma rede social também pode encontrar. Aparecem como amigos em sua página, são bem "formados" em ótimos colégios, fazem questão que isso fique bem claro e, assim papo vai papo vem, problemas pessoais surgem e ai... Nasce o "bom" samaritano, que deixa bem claro "não quero o seu dinheiro"



Que bom que existe pessoas assim - Pensou com o coração aflito 







Depois  das apresentações a vitima é levada até o local do seu problema, não importa em que biboca ele se encontre e lá com toda atenção e muito carinho é mostrado a solução. Então, logo a seguir, a ida até a casa dos familiares e mais apresentações, de fazer inveja a rainha da Inglaterra.   



Em um dos livros desse ser evolutivo pode-se ler o seguinte: "Visconti fazia questão que quando os atores apontassem para uma caixa fechada que deveria conter jóias, existissem jóias de verdade na caixa. Isso poderia ser um método efetivo de fazer com que os atores vivessem os papéis". 

Visconti tinha uma noção de estética um desejo por autenticidade - não lhe parecia certo enganar o espectador.







A igreja e o nome "Deus" tem um significado na vida desses seres evolutivos

Em todas as suas ligações e nos email enviados a frase final é: Fica com Deus!! E depois um repetitivo AMÉM



Sobre esses seres evolutivos Oséias 4:1, profetizou: "Não há sinceridade, não há bondade, e ninguém neste país quer saber de Deus"





O seu problema não teria um preço monetário, teria um preço emocional e fisico. 

Então, chega o dia da vitima de livre e espontânea necessidade ser encaminhada ate o Bunker e se tornar uma lady Di tupiniquim





Na primeira vez ganha-se presentes

Na segunda vez ganha-se frutas,  alguns passeios e o acesso as informações do que a família acha das anteriores e dessa nova  aquisição do ser evolutivo

Na terceira vez... Agora, conhecedora de todas as artimanhas, precisa ser colocada no "arquivo"




É na escuridão dessa janela que as vitimas dão o grito de Munch: "Em cima de uma cama imunda, forrada por uma toalha branca de um apart-hotel, onde são presenteadas com frutas, castanhas, coca light, "brinquedinhos" e todo tipo de palavras e atos degradantes" 




Mlailin









3 comentários:

marcia lailin disse...

‘Deixe-me ajudá-la com este peso

amanda disse...

Que bosta de encontro
não disse?
Hein!

Anônimo disse...

Os mais perigosos são esses
os diplomados