Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2012

Tenho...

Imagem
Não consigo dormir.

Tenho um homem atravessado entre minhas pálpebras. Se pudesse, diria a ele que fosse embora…

… tenho um homem atravessado nos meus lábios






Mlailin

queria...

Imagem
Queria...

Queria tanto ser tantã


queria tanto ter vivido no seculo XIX

Assim já estaria morta

e ressuscitada

no paraíso

feliz da vida

Não teria que aguentar mais chateações

Estaria voando por ai

fazendo piruetas

invisível

como sempre quis ser
Mlailin


Me chama...

Imagem
Me chama de amor

... em pé ao luar Deixe meu coração satisfeito com o seu cheiro Estou embriagada de luz fantasia e amor Posso ver a sua cama desfeita Posso sentir suas mãos segurando um livro Posso vê-lo no inicio de um sorriso Posso ver seus olhos fechando... dormindo... sonhando Posso ver seu corpo relaxando Posso vê-lo me amando
Mlailin






Paro por aqui...

Imagem
Paro por aqui
num oceano de águas pesadas e lentas

Não sou mais elevada o

mundo que me cerca é mais baixo

Mlailin


Fragmentos

Imagem
Sou feita...
Escrevo para que me escutem
Quem?
um ouvido anônimo
um amigo perdido na distância
um amor esquecido
se morrer agora...
É inútil procurar razões
Sou feita com esses braços
estas mãos e estes olhos
Sou feita de Bizet
Sou feita de Rossini,

Sou feita de Verdi,

Sou feita de Bergman,
Sou cheia de vozes
que so sabe se exprimir através das
folhas brancas do papel
Só sei vislumbrar a realidade
através das informes projeções
deste mundo confuso que me habita
Mlailin



SE

Se me expulsares, aonde queres que eu vá agora?


Teria de dormir sobre a terra

ao ar livre

Deixa-me dormir sobre o tapete, aos teus pés




Mlailin


Agradecendo...
Estava eu agora
no final da minha caminhada
sentindo o vento gelada e agradável da manhã
em meu rosto

Quando se acorda três dias depois...

Imagem
Primeiro: Não se tem noção de que isso aconteceu

Esta tudo igual




Segundo: A sensação que se tem é tão boa que o

único cuidado é não interromper
Hoje é sábado


Terceiro: Quando a agenda e o computador mostram

datas diferentes, isso em minutos é eliminado da
mente, 
porque esse dia já foi vivido e a tranquilidade e a 

alegria são novas 

chegaram como dádivas como surpresas

Mas não irreconhecíveis


Quarto: A noite passou não como as outras, 

anoiteceu como todos os dias, tudo igual na minha
rotina, demorei um pouco pra dormir.. aliás nem sei se 
dormi... 

Fui até o mercado e comprovei hoje é quarta-extra

Mas não pra mim

Hoje é sábado



Quinto: Essa sensação de desprendimento só 
acontecia realmente na época dos meus 15 anos.

Para Nena, com amor

Imagem
“A primavera é uma menininha pulando na corda cabelos ao vento pulando e cantando debaixo da chuva curtindo o frescor da chuva que desce do céu o cheiro da terra que sobe do chão o tapa do vento cara molhada!” – Mario Quintana.

Era esse o sentimento gostoso que emanava da convivência com Nena. Uma agradável poesia de Mario Quintana... Espirituosa, encantadora. Conheci Nena quando fazia um curso de mandarim. Era domingo, estávamos todos reunidos quando aquela bonita senhora de 95 anos apareceu.  Fazia um ano que eu frequentava aquelas aulas. Estava ali não por acaso. Foi uma fuga. Foi quando ouvir minha própria língua se transformou num tormento. Eu não queria ouvir, não queria entender mais ninguém para poder encontrar comigo mesma. Convicta disso, resolvi aprender chinês. Meus amigos diziam:

           “Credo! Você vai aprender essa língua horrível? Por que não vai aprender francês?”. Eu respondia:           “Pra quê? Se estivesse atrás de ser entendida poderia até ser”







         Com o te…

Despedida

Imagem
Nem sempre acordar na madrugada com frio, com dor e depois com fome é ruim. 
Exceto por esses três motivos tive uma boa surpresa, pois ao ligar o PC encontro Zilda on-line. No momento pensei que ela estivesse as voltas com suas costuras. Ela esperava seu filho caçula chegar. Não costumo ficar on-line, mas desta vez valeu a pena. Valeu a pena porque eu estava com saudades. Depois de ter me dado um monte de conselhos amorosos disse que seu marido esta internado no Incor. Mesmo não vendo e não ouvindo sentia que estava infeliz. Nos despedimos e eu desliguei o PC e fui dormir. Não lembro se bebi um chá ou comi um pedaço de pão. Sei que deitei e virei durante longo tempo de um lado para outro tentando esquentar o corpo gelado. Não sei o que acontece com minhas cobertas. Demorei algum tempo nessa luta. Acontece que depois disso dormi e sonhei. No inicio não me importei, pois caminhei por lugares conhecidos. Era a cidade que deixei no inicio do ano. Desta vez estava retornando a ela em sonho …

Mulheres que fazem a minha cabeça

Imagem
Gala/Salvador Dalí


Maria Kodama/Jorge L. Borges


Simone/Jean Paul Sartre

Pilar/José Saramago

Pensar que há uma pessoa ali sentada
que pensa, vive, anda, corre...
Uma pessoa?
Não vale nada, essa coisa
Seus pés nem estão no chão
é um pó de vida que paira sobre a terra
E esse pó de vida que veio não sei de onde
pode ser destruído sem mais nem menos


Mlailin



PERDA

Imagem
Me perdi na reta

na subida
na descida
Não sei onde é minha
 casa
Mas consegui
acariciar o ombro
acariciar a nuvem
acariciar o vento
o subir verdadeiro do achado,
do subir do achado no alto.




Sou como um iceberg
Um cubo de gelo flutuando num copo d’água
Um gelo exposto
Um gelo submerso
Dependendo da forma
Irregulares e torreados
Me deformo com facilidade
sob pressão
Arranho o leito do oceano
Escavo canais longos e profundos


À noite, a água congela e se expande nessas rachaduras 
e faz com que pedaços de mim se partam