terça-feira, 24 de julho de 2012

Gostei e desgostei





Se gostei, desgostei


Agora você manda um Email falando sobre Ana C


Não sei que tipo de relacionamento vocês dois tem

quer dizer no dia que cheguei ai em Ribe

ao sentar perto do seu computador vi a foto de uma 

mulher e a mensagem"OI AMOR, cheguei!"

Bom resolva você ai sei lá o que é no que se refere a 

Ana C.



Quanto a mim

você nunca pensou que alguém poderia gostar de você

é claro que pensou

de besta você não tem nada

mas deixou de pensar que eu não sou 

(embora pareça) 

uma coitada

talvez sem um puto

mas coitada NUNCA


Você nunca pensou que alguém 

poderia realmente gostar de você

claro que pensou

só que nunca pensou

que esse alguém não seria aquela trouxa que se jogou 

no rio

no dia do seu casamento


Ah, tenha dó

não tô podendo

gostei e desgostei

no dia que percebi o quanto é um MENTIROSO


E naquela noite

tardão da noite

madrugada

acordei e bem atrás de você

você no MSN

falando seriamente com dona J.A. de Areia Branca

justificando para ela

que nunca tinha me visto e depois quando 

eu entrei no Face dela e disse que estava ali

ela ainda mandou uma mensagem para você  

chamando-o de CANALHA em letras garrafais

Mas, depois, coitada

Sofre da síndrome de Estocolmo 


No dia em que eu vi a cara das pobres das camareiras, 

das atendentes 

e dos garçons

só faltando me chamar num canto e 

dizerem: "Coisinha, tenho uma coisa pra te contar, 

esse ai é um tremendo de um safado"

e depois no último dia

a sua pressa e a sua preocupação pra que eu não 

esquecesse minha bolsa de maquiagem no 

banheiro

como se logo mais fosse entrar a próxima

e depois a sua preocupação com seus trocados

tipo: Você viu onde deixei os trocados?



E depois tudo aquilo que seu filho mandou em um

Email sobre mim e sobre as outras que estiveram ai,

acabando com todas elas

Tenho a cópia desse Email aqui comigo

Deus, como calou fundo aquelas palavras sobre minha 

vida.

Doeu pra caramba, principalmente quando falou o 

quanto sou FEIA e não tenho onde cair morta

(o que ele sabe sobre minha vida? O que sabe ele 

supõe. Sabe das razões? Alguma vez conversamos 

sobre elas? O que sabe é baseado em livros teóricos e 

um monte de blá blá blá) 


Bom, se gostei desgostei

E vou tocar o que resta da 

minha vida


E você, por enquanto nada impede de continuar dando enormes gargalhadas a não ser essa tosse

E, que bom que você tem uma filha

Mlailin




2 comentários:

CRISTIANO cAMARGO disse...

Oi, Marcinha, bom dia, cara amiga!
Quero que saibas que além de ter ficado triste com o que aconteceu contigo, fiquei preocupado com vc,e faço votos de que se recupere bem deste baque e não perca a fé no amor.Gosto muito de vc,te adoro, minha amiga e te admiro e respeito muito, vc significa muito para mim e estou solidário para com vc e a sua dor.Que ela seja breve e não retorne nunca mais!bJS !

marcia lailin disse...

Obrigada Cristiano
pelas palavras amáveis
mas foi tudo isso
se meu pai estivesse vivo
ele me daria uma surra
e mataria o sujeito
Cabra bom foi meu pai