domingo, 22 de abril de 2012

Nossas crianças



Nossas crianças

Se farão homens
Se chamarão povo




Essa criança em expansão
Essa tentativa inexorável
principio das dores
força do homem


caminho para o amanhã
produção da primavera
do mais fundo sofrimento
do mais fundo da terra
do mais duro
do mais ferido




Beleza pura
Obra de pobres assustados
flores surreais
desamparados dos subúrbios  





Uma dádiva do mais alto
do mais eterno
Mlailin

12 comentários:

Ricardo A Pesce disse...

Muito Bom, Marcia.

Karla Mello... Poemar... Colhendo flores em bouqué de Poesias...! disse...

Excelente reflexão, Márcia querida!
Obrigada por lembrar-se de mim!
Seguindo-a... Com carinho!
Monte de beijos!

Karla Mello

Reviragita Poesia disse...

Adorei o Blog.
Quando puder visite o meu também.
www.ceciliafidelli.blogspot.com

SANDRA ALMORI disse...

Pedras brutas que merecem toda nossa atença!
Parabéns pela bela colocação, que nos leva à reflexão!
Beijinhos queria! <3

nicole puzzi disse...

Muito bom, Marcia. Bom coração o seu.
Muita sensibilidade.
Nicole Puzzi

Guida Linhares disse...

Nossas crianças merecem tudo de bom,
ter os seus direitos assegurados,
direito à nutrição, educação e moradia.
Parabéns pelo espaço.
Abraços, guida

Wilson Caritta disse...

Sim, belo trabalho...
devemos olhar com força de ação
buscando novos caminhos em cada um,
para que passem por essas novas trilhas
chances de vidas roubadas,
aí estaremos agindo, de coração por coração.

Belo, Marcia Lailin.

Dora Dimolitsas disse...

Uma reflexão nescessaria,ja bastante esquecida
por nossos homens publicos, cabe a cada um
individualmente refletir e mudar posturas,
com relação aos jovens de amanhã.
por que será estes jovens que carregaram o Brasil amanhã
Dora Dimolitsas.

Ligi@Tomarchio® disse...

Gostei muito da sua reflexão querida!
Tenha uma semana iluminada!
Beijinhos mil!!!
Ligi@Tomarchio®

Rosi Alves... disse...

Linda reflexão♥

Dario B. disse...

Os olhos, Márcia, preste atenção nos olhos dessas crianças. A dor, o medo, a alegria e o não saber o que virá, é impossivel não amá-las. Um beijo.

Douglas disse...

No amor de uma criança tem tanta canção pra nascer, carinho e confiança, vontade e razão de viver.