terça-feira, 3 de abril de 2012

Dra Angelita Gama - Meu tipo inesquecivel


“Sou amiga dos meus pacientes. Saio para jantar com eles e com meu marido.”
Dra. Angelita Gama



Conheci Dra. Angelita em março de 2002, quando acompanhando Laura até o hospital das clinicas, encontramos a Dra. Angelita no elevador. Na época Laura fazia alguns exames no que ela pensava serem simples hemorroidas. O diagnostico que recebeu naquela semana fez com que Laura enxergasse a dura realidade. Estava com câncer no reto, e precisava urgente fazer uma cirurgia, uma amputação do reto uma colostomia. Naquela manhã a Dra. Angelita se dirigindo a ela  perguntou quando iria ocorrer a sua cirurgia. Laura respondeu que não haveria nenhuma, porque os médicos não estavam dispostos a respeitar a sua decisão como paciente. Dra. Angelita disse que ia viajar e quando retornasse a sua equipe iria fazer a cirurgia e os que não quisessem não iriam participar. Conforme combinado a cirurgia foi um sucesso. E um dia enquanto Laura passeava no hospital Dra. Angelita veio cumprimenta-la dando os parabéns pela coragem e fé da paciente.

Laura ainda viveu por mais dois anos. A última vez que eu a vi, ela estava com 43kilos, muito abatida e com fortes dores no corpo todo. Ocorrera aquilo que todos temiam: Uma mestastase .

Hoje ao passar proximo ao parque Ibirapuera dou de cara com a clinica da Dra Angelita Gama e lembrei de Laura e sua luta contra o câncer, não lembrei somente dela mas muitos outros que conheci  e agradeci mentalmente a Dra Angelita por  respeitar o direito de seus pacientes.

Mlailin

Parque do Ibirapuera



Parque do Ibirapuera/SP


Um comentário:

Mlailin disse...

“A quantidade de pacientes com câncer de intestino deve aumentar no futuro. As pessoas estão se alimentando muito mal. Há corantes em tudo, desde a mamadeira.” - A. Gama