sábado, 27 de agosto de 2011

STORGÉ



E do que falavam agora
De Johnny Cash de Doors
Do caráter dos governantes
Dos livros que seriam entregues
Do café que não foi tomado
Prestava atenção nele
E na impressão que ele lhe causava
Imaginou o tom da sua voz
Fazia-lhe bem
Seria sempre assim?
Abandonou-se a ele completamente
Até mesmo fechou os olhos
Enquanto colocava o rosto em seu peito
Piscou os olhos e como uma criança
ao ver o mar da sua janela
e observar milhares de gaivotas voando próximo as ondas
Fechou os olhos e sentiu
alguém dentro dele.

Márcia Lailin

Nenhum comentário: