sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Johnny e June Cash




A que hora sai o próximo trem para Paris?
Estou deitada de costas e, enquanto espero a resposta, estou ansiosa, tensa
Depois de alguns segundos de espera, repito a pergunta
As dez e meia da noite, responde-me com pouco caso
Tenho que ir... Logo... logo... não há tempo a perder
Eu preciso estar em Paris.
Quando ele canta eu tenho que ouvir





Aproxime-se mais um pouco

Quero falar sobre June
E poderia prazerosamente falar sobre June durante longo tempo
O amor que lhe devoto não tem limites
Descrever momentos felizes, mencionando nomes e circunstâncias
A primeira vez que a viu cantar, foi ao seu encontro e nunca mais a deixou

Para Johnny e June In memoriam

Márcia Lailin








Nenhum comentário: