segunda-feira, 12 de maio de 2014

Crônica de uma caminhada anunciada




Programei durante três dias


tinha que ir

tirar os malditos sapatos

e pisar na terra

não aguentava mais

a prisão que me é imposta


prisão não é só aquelas grades

que não te deixam sair de um ambiente

prisão é aquela

onde você tem que colocar uma armadura

que te oprime e sufoca

sapatos, roupas... e tantas outras coisas que te aprisionam

Decidi que iria curar meu corpo e meus pés 

não com agulhas de acumpuntura

ou com um velho chinês





mas com a verdadeira alquimia

a terra

e tudo o que nasce e cai da natureza

Enquanto as pessoas passavam por mim vestidos 

e presos até o pescoço

eu me sentia nua e livre

para voar

O chato foi ter que pisar no concreto

ao chegar na avenida principal

o chato foi depois em casa, tomar um banho, colocar sapatos

e voltar para a prisão






Lailin

Nenhum comentário: